home > Gestão > Gestão Ambiental > Gerenciamento de resíduos em offset
twitter
Banner Facebook

Parceiros

Gerenciamento de resíduos em offset Imprimir E-mail
Escrito por Alexandre da Silva Maltez   
Sex, 18 de Junho de 2010

Sistema de impressão mais utilizado no mercado nacional, a impressão offset tem como inconveniente o fato de utilizar determinados produtos químicos danosos para o meio ambiente e para a saúde dos operadores. O mercado busca novos rumos nessa área, porém o desenvolvimento de uma cultura de preservação e conservação do meio ambiente ainda segue a passos lentos no meio gráfico. Alguns hábitos tendem a se manter por décadas, como o uso do querosene para a limpeza de máquinas, um produto altamente agressivo.
Os fornecedores de insumos têm contribuído significativamente nessa busca ao disponibilizar produtos menos nocivos como, por exemplo, as chapas offset reveladas com água diretamente na máquina ou as novas tecnologias aplicadas no desenvolvimento de tintas com óleo de soja substituindo gradativamente os óleos minerais provenientes do petróleo.
À medida que os consumidores se tornam mais conscientes em relação à necessidade de preservação do meio ambiente, passam a procurar produtos mais sustentáveis. Consequentemente, as empresas começam a realizar ações para atender a essas exigências, fabricando produtos a partir de processos mais limpos. Para validar o bom desempenho ambiental, as companhias intentam certificações que garantam o reconhecimento e o aprimoramento dessas boas práticas, sendo a principal a ISO 14001.

 

Ninguém cuida do verde com o bolso no vermelho
Para garantir a sustentabilidade do negócio é necessário levar em conta o aspecto econômico, pois ninguém cuida do verde com o bolso no vermelho. Quando a empresa consegue atingir equilíbrio econômico, abre-​se caminho para que ela possa investir no gerenciamento de resíduos. É importante salientar que o tratamento correto dos resíduos no sistema de impressão offset também poderá gerar lucros para a empresa. Podemos citar, como exemplo, a venda das chapas de alumínio após o seu uso, praticada pela maioria das gráficas.
Novas técnicas para um correto gerenciamento de resíduos estão disponíveis no mercado, tais como o uso de água proveniente de reúso, água essa que é vendida pela Sabesp e poderia ser utilizada na limpeza de rolos de molha revestidos com tecido em máquinas que utilizam esse tipo de dispositivo. Outra opção seria o uso dessa água nos banheiros e nas operações de limpeza em geral dentro da empresa. A água de reúso sem dúvida é uma excelente alternativa para reduzir o desperdício de água potável.
Neste artigo apresentamos o balanço material da impressão offset da Escola Senai Theobaldo De Nigris, demonstrando os principais insumos e resíduos do processo.
Podemos observar na tabela que os resíduos são classificados em classe I (perigosos), classe IIA (não inertes) e classe IIB (inertes) de acordo com a norma ABNT NBR 10004 para avaliar o grau de severidade e a forma mais adequada de disposição final. Na Theobaldo De Nigris todos os resíduos são destinados a empresas especializadas no seu tratamento e disposição. Um exemplo é o das toalhas industriais retornáveis, que são coletadas, lavadas e devolvidas para o uso por uma empresa devidamente certificada, que também destina os seus resíduos corretamente.

Alexandre da Silva Maltez é professor da Escola Senai Theobraldo De Nigris

Texto publicado na edição nº 72