home > Notícias > Setor de Embalagem registra recuo de 2,59% no primeiro semestre
twitter
Banner Facebook

Enquete

Sua gráfica utiliza insumos ambientalmente corretos?
 

Parceiros

Setor de Embalagem registra recuo de 2,59% no primeiro semestre
Qua, 09 de Setembro de 2015

A Abre, Associação Brasileira de Embalagem, anuncia no final de agosto os resultados do Estudo Macroeconômico da Embalagem Abre/FGV “Retrospectiva do Primeiro Semestre e Perspectivas para o fechamento de 2015”. Com volume bruto de produção previsto para o ano na casa de R$ 57,5 bilhões, o setor apresentou recuo de 2,59% na produção física da embalagem no primeiro semestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano anterior, e deve chegar a 3% até o fim do ano, de acordo com os números tradicionalmente apurados pela Abre há 18 anos, sob a chancela do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV). De acordo com os dados, o setor operou com grau médio de utilização da capacidade, 80,7%, gerando 226.866 postos de trabalho no primeiro semestre de 2015, ou seja, 1,6% menos que no mesmo período do ano anterior. O segmento de plástico é o que mais empregou no período, com 52,97% do total de empregos gerados. Entretanto, na comparação com o mesmo período de 2014, a área de vidros foi a que apresentou o maior crescimento, com aumento de 4,04% no número de postos ofertados no mercado de trabalho.
Fonte: Assessoria de imprensa